Promotional Banner Promotional Banner

perfil
Ela tem um piercing lá... Lá mesmo onde você imagina. Tudo bem que, agora, fica difícil para ler o restante da newsletter, mas tentaremos mesmo assim. Ju Freitas, vice-campeã brasileira de bodyboard, é a nova modelo do Bella da Semana! A musa, que atualmente mora no Havaí, é top do circuito mundial de bodyboard e nos presenteia com um ensaio voltado ao esporte. Bem à vontade, Juliana mostrou a mesma desenvoltura que tem com as ondas neste belo ensaio clicado por Alex Ribeiro. Para ver todas as manobras que ela fez no Bella da Semana, clique aqui.


Nome: Ju Freitas.

Data de nascimento: 15 de junho de 1981.

Cidade onde mora: estava morando em Florianópolis (SC), mas desde 2013 estou viajando para competir o mundial e brasileiro, e fazer imagens surfando. Atualmente fico mais no Rio de Janeiro do que em Floripa.

Signo: gêmeos.

 

Medidas

Altura: 1,60

Quadril: 90 cm

Cintura: 72 cm

Busto: 86 cm

Pés: 36

 

 

No bodyboarding, você é a vice-campeã brasileira e está entre as top 10 do mundo. Como surgiu a ideia do surf? Eu comecei a surfar em 1998 em São Vicente, com umas amigas durante o verão. Depois que o inverno começou, todas pararam e eu acabei pegando gosto pelo esporte. Comecei a competir no mesmo ano e em minha primeira competição já fazendo uma final. Desde então nunca mais parei. Em 2000 me mudei para o Guarujá para evoluir mais, onde morei durante 6 anos. Lá evoluí muito e tive melhores resultados em minhas competições.

 

Num país como o Brasil, onde nem sempre a prática de esportes recebe a atenção que merece, qual a maior dificuldade em relação a praticar o bodyboarding como profissão? O bodyboarding é um dos esportes no Brasil com o maior número de títulos mundiais, mas a maioria das pessoas não sabe muito disso. Como vivemos no país do futebol, os outros esportes são meio que deixados de lado. Temos inúmeros atletas com grande talento não somente no bodyboarding, mas em outras categorias também. Na minha opinião, o que tem sido mais difícil é encontrar empresas que se disponham a patrocinar os atletas. Eu sou muito grata ao Bella da Semana por ser um dos meus patrocinadores, por acreditar no meu potencial.

 

Existem diferenças entre o Brasil e outros países nesse aspecto? Sim, e muita! Nos outros países, quando se é um atleta de ponta, as empresas entram em contato com o atleta, pois para eles é muito interessante ter um atleta de ponta divulgando o seu nome. Vejo por outras atletas amigas minhas, que competem o tour mundial, o quanto seus países as apoiam. Já no Brasil é bem diferente, se o atleta não corre atrás, ele não consegue nada.

 

Qual foi a melhor onda que você já surfou? Foi a onda de Teahupo"o no Taiti. Já vou há 3 anos para o Taiti e sou apaixonada por aquela onda, ainda não conheço outros lugares como Indonésia, Fiji ou Austrália, mas acho muito difícil outra onda ser melhor do que Teahupo"o, para mim ela é a top 1.

 

E o seu lugar preferido? Amo o Taiti, quero conhecer a ilha de Tuamotu que fica no Taiti também. Dizem que depois de eu ir a essa ilha, talvez eu mude de opinião em relação a qual ilha eu gosto mais! (risos)

 

Você viaja muito, mas tem algum lugar que ainda não foi e é sonho de consumo? Sim, quero muito ir a tantos lugares! O primeiro de todos é Fiji, com certeza. Depois gostaria de ir a Austrália, Marrocos, Maldivas, Indonésia e Puerto Rico.

 

Existe muita competitividade nesse meio? Sim, existe muita. Eu tenho grandes amigas no esporte, mas quando estamos dentro d´água, temos que deixar a amizade de lado e ir à luta pelos nossos objetivos. Mas claro, sempre respeitando muito a outra.

 

Qual a maior dificuldade do esporte? Temos muita dificuldade com patrocinadores, é um esporte lindo, mas não é muito valorizado pelas grandes empresas.

 

Nesse lance de viajar direto, dá pra manter um relacionamento? Eu sempre namorei... a minha vida inteira! E sempre consegui conciliar as competições com os namoros. Não é muito fácil, mas a gente se vira nos 30 (risos). Agora estou solteira desde o ano passado (2013) e, por coincidência, também está sendo a época com o maior número de viagens e o maior número de resultados bons em minhas competições.

 

E de futebol, gosta? Claaaro! Torço para o Corinthians, sou fanática pelo time!

 

Tem algum sonho de consumo? Comprar uma casa no Rio de Janeiro.

 

Sobra tempo pra estudar? Sempre! Faço faculdade de Letras-Francês na UFSC.

 

A Juliana entre quatro paredes é tão radical quanto a Juliana surfista? Acho que sou até mais radical do que na água! (risos)

 

Isso que dizer que você já realizou a fantasia erótica de algum homem? Sim, e foi bem legal! (risos)

 

Em que tipo de situação você se sente mais sexy? Eu nunca me senti muito sexy, na realidade sou tímida. Sou bem aquela que come quieta (risos)! Acho que sou sexy quando estou entre quatro paredes e bem à vontade com quem está comigo. Acho essencial eu me sentir à vontade e estar realmente querendo a companhia de quem está comigo, daí consigo ser muito sexy para a pessoa e provocar o máximo possível.

 

É difícil tirar a roupa para fotografar? Muito! Quando começamos a fotografar eu cuidava cada detalhe da roupa para não mostrar muito, mas logo a equipe me lembrou que eu teria que tirar de qualquer forma! (risos) Fiquei morrendo de vergonha no início, mas a equipe com quem trabalhei foi fantástica e fez de tudo para me deixar à vontade. Quando eu vi, estava solta e conseguimos fazer um trabalho muito bonito.

 

Quais os seus planos profissionais agora? Como atleta profissional gostaria muito de ao menos me manter no tour brasileiro e  no mundial por mais uns 3 anos,  além de conquistar o título de campeã brasileira e ficar entre as top 5 do mundo. Quero muito trabalhar como jornalista esportiva quando não estiver mais competindo.

 

Tem algum arrependimento na vida? Não, nunca me arrependi de nada que fiz. Acho que mesmo as coisas que não foram boas trazem algo de bom, uma lição. Tudo é sempre um aprendizado.


Além das ondas, o que não pode faltar num bom dia de surf? Gosto muito de estar com as pessoas que gosto e com a minha família. Acho que pode chover, fazer frio, o que for... mas quando a gente está com quem nos faz feliz, nosso dia fica perfeito.

 

E para os homens que querem um pouquinho da sua atenção, qual a dica? Não gosto de homem que chega com tudo e já mandando cantada (risos). Quando um cara assim chega em mim, eu fujo na hora! Admiro muito homens educados e que tenham um bom assunto para conversar. Alguém que ame esportes e viajar assim como eu, já chama muito a minha atenção.

 

Nas horas de folga, o que você curte fazer? Eu sou muito elétrica, estou sempre inventando alguma coisa, não consigo ficar muito tempo parada quando não estou surfando . Para você me ver quieta e sem reclamar, só quando estou com um namorado, curtindo. Quando não estou surfando, vou malhar, correr, pedalar. Amo fazer trilhas, ir a cachoeiras, montanhas, mergulhar...  e quando fico quietinha, estou sempre ouvindo música. Sou movida a música, até na hora de tomar banho eu coloco um som. Você nunca irá me ver ligando a televisão. Se me perguntares qual a novela está passando hoje em dia, eu não vou fazer ideia! Vejo as notícias pelo computador e, quando assisto algo, é um bom filme. Na realidade, quase nunca tenho folga. Fico entediada quando fico parada! (risos)

 

Por fim, se pudesse fazer algum pedido à Iemanjá, qual seria? Bom, nunca fui contra Iemanjá... respeito muito, mas nunca faria um pedido a ela! (risos) Quando tenho que pedir algo, eu peço a Deus, pois acredito que é ele quem guia a minha vida todo tempo. E tudo o que peço ele tem me dado, não posso reclamar da minha vida. A única coisa que está faltando para ficar perfeita é a minha família por perto e uma pessoa que me ame e seja meu parceiro para sempre.




Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Edições Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha


Inscrever-se para notificações
Receba nossas atualizações,
novidades e promoções exclusivas!


  

Verifique a barra de endereço do seu navegador para confirmar a permissão.
Utilizamos cookies para tornar suas interações com nosso website mais relevantes. Eles nos ajudam a entender melhor como nosso website é utilizado, para podermos adaptar o conteúdo para você. Para alterar suas preferências e configurações de cookies, consulte o Gerenciador de consentimento de cookies.

Política de cookies

Esta política de cookies visa informar-lhe acerca do uso de cookies em nosso site atendendo à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) - Lei n° 13.709/2018.

O que são Cookies?

Cookies são pequenos arquivos de texto que os sites colocam no seu dispositivo (como computador, smartphone ou tablet) quando você os visita. Eles têm a função de armazenar informações sobre suas atividades e preferências enquanto você navega na internet.

Gestor de consentimento de cookies

Usamos três tipos de cookies em nosso website: obrigatórios, funcionais e de publicidade. Você pode optar por não receber cookies funcionais e de propaganda. Veja abaixo para saber mais sobre cada uma e para alterar a configuração padrão.



Gerir preferências de cookies

Cookies obrigatórios

Sempre Ativo

Os cookies obrigatórios são necessários para a funcionalidade básica do website. Alguns exemplos são: cookies de sessão necessários para transmitir o website, cookies de autenticação e cookies de segurança.

Cookies de funcionalidade

Os cookies funcionais melhoram as funções, o desempenho e os serviços do website. Alguns exemplos são: cookies usados para análise do tráfego do site, cookies usados para pesquisa de mercado e cookies usados para apresentação de propaganda que não é dirigida a uma pessoa em particular.

Cookies de publicidade

Os cookies de propaganda rastream atividades em todos os websites a fim de entender os interesses de um visitante e direcionar marketing específico para ele. Alguns exemplos são: cookies usados para remarketing ou propaganda baseada em interesses.