créditos: Bella da Semana

Novos tempos, velho respeito

Novas configurações de famílias, de relacionamentos, de modalidades de casamento. Vivemos realmente em um novo momento. Ainda que a cabeça de muitas pessoas não acompanhe este novo pensamento, temos que nos esforçar por algo bem maior, aquilo que chamamos de respeito mútuo. Respeitar as pessoas é antes de tudo uma obrigação de cada cidadão na sociedade.

Preconceitos à parte, aos poucos nos acostumamos com novos formatos de sociedade. Mas temos que fazer um esforcinho para viver em paz nessa nova configuração social. Hoje nós vemos por aí uma grande quantidade de irmandades, quase sempre em prol de algo maior, de luta por preconceitos e causas nobres. Se fossemos analisar a fundo, nem precisaríamos ter esses tipos de irmandades, pois era pra ser algo natural, orgânico do ser humano. O respeito deveria vir de dentro, sem ninguém precisar nos lembrar.

Mas tudo bem, na maioria das vezes fazemos coisas tão automáticas que sem pensar erramos. E digo erramos porque todos nós estamos suscetíveis aos erros, a falhar fazendo algo naturalmente, até mesmo sendo preconceituosos. Julgamos as namoradas dos amigos, os próprios amigos, as atitudes dos amigos dos nossos amigos, etc. Julgamos o tempo todo. E isso também é normal.

Nós geralmente ficamos chocados com as pessoas muito sinceras, que saem por aí dizendo o que pensam, na hora que pensam. Talvez a grande maneira de nos policiarmos para respeitar as pessoas ao nosso redor é assistindo à atitude destas pessoas. Julgando-as para entendermos a grandiosidade do respeito. Quantas vezes você quis dizer algo sobre o que pensava, gritar bem alto a sua opinião (geralmente contrária ou preconceituosa) e agradeceu por não ter falado, por ter guardado para você?

Quando observamos as pessoas mais velhas, entendemos que o respeito já foi sim algo obrigatório, de uma conduta normal. Algo que as pessoas faziam sem pensar. Assim como as críticas que saem da nossa boca nesta nova era de compartilhamento e transparência. Por mais que a gente entenda que estamos em um novo momento, precisamos entender que existem coisas que nunca mudam e uma delas é o respeito. Por isso, guarde alguns questionamentos para você. No momento você pode se sentir oprimido, mas com certeza você se sentirá muito melhor de guardar para você praticando o respeito como opção!


Mariana Goulart


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Edições Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha