Conheça os benefícios da cerveja

Não dá para negar, o mercado de cervejas cresce a cada dia. Atualmente, temos a disposição mais de 120 estilos, com sabores, aromas e teor alcoólicos variados. Certamente existe uma cerveja para cada momento, do petisco no bar com os amigos ou até mesmo para acompanhar aquele prato mais sofisticado.


Além de nos ajudar a socializar, existem várias razões (inclusive científicas) para você amar a cerveja, sabia?

Ela ajuda a proteger o coração, aumentar a imunidade, serve como isotônico após atividades físicas, protege os ossos e até mesmo te torna mais inteligente.

Há quem acredite que não passa de conversa de amantes da bebida, mas o 7º Congresso Europeu sobre Cerveja e Saúde, realizado em Bruxelas em 30 de setembro de 2014, reuniu cerca de 160 especialistas internacionais em medicina e nutrição de 24 países para falar só sobre os benefícios da cerveja.

Alguns dos estudos apresentados no evento revelam resultados surpreendentes. Entre eles, melhora na saúde cardiovascular, no tratamento da obesidade, na nutrição e prevenção do envelhecimento celular. Para não ficar perdido em meio a tantos bons motivos para beber cerveja, o fermentado de água, malte e lúpulo, vamos listar eles abaixo. Confira!


Reduz o estresse e também a ansiedade

Consumir cerveja regularmente ajuda a diminuir o estresse e melhora a eficiência do metabolismo (conjunto de reações químicas que ocorrem no nosso corpo) em dietas ricas em gordura.

A pesquisa, realizada entre agosto de 2008 e agosto de 2009, em Santiago do Chile pelo Instituto de Ciências da Faculdade de Medicina Clínica Alemã-Universidade do Desenvolvimento, e liderada por sua diretora, Paulette Conget, apontou que ratos de laboratório que tomaram quantidades de cerveja de acordo com os padrões internacionais de “consumo responsável” ficam menos estressados e foram capazes de metabolizar melhor os carboidratos.

Segundo os pesquisadores, para uma pessoa adulta o consumo responsável é de aproximadamente duas latas ou 700 ml por dia. De acordo com outro estudo conduzido por pesquisadores da Universidade de Montreal, no Canadá, beber 2 copos de cerveja por dia pode ser um antídoto útil para reduzir a ansiedade e o estresse, especialmente se eles estão relacionados com a sua situação no trabalho.

Você se torna mais atraente

Diversos estudos apontam o fato de que o consumo moderado de cerveja não só aumenta a autoconfiança, como tornar as pessoas em volta mais atraentes. Uma pesquisa realizada pelas universidades de St. Andrews e Glasgow, por exemplo, apontou que homens e mulheres que consumiram uma quantidade moderada de álcool acharam os rostos de membros do sexo oposto 25% mais atraentes do que suas contrapartes sóbrias.

Tudo isso sem maquiagem, sem truques estéticos e sem mudança no look. Outro estudo realizado na Universidade de Bristol com 84 pessoas apontou também que, em média, elas atribuíram notas 10% maiores à atratividade das pessoas apenas 15 minutos depois de beberem uma quantidade moderada de álcool (cerca de 700 ml de cerveja).


Não dá barriga

Este foi durante anos um dos grandes mitos em relação a bebida, mas foi desmistificado pelos nutricionistas da universidade de Gotemburgo. Durante quatro anos, eles observaram o peso, a quantidade de cerveja consumida por dia e as medidas de quadril e cintura de aproximadamente 20 mil pessoas.

Ao final do estudo, os cientistas constataram que o consumo da bebida gerou sim um aumento da gordura corporal total, mas não necessariamente na região da cintura.

“Se você beber muita cerveja você vai criar uma barriga, mas é a mesma mesma barriga de alguém que beba a mesma quantidade de vinho”, disse Kathryn O’Sullivan, médica que conduziu uma outra pesquisa na Scientific Review.


Te deixa mais inteligente

Cientistas de Illinois descobriram que, após ingerir cerveja, os homens conseguiam resolver muito mais rápido um jogo de quebra-cabeças do que seus oponentes sóbrios. A constatação surgiu após um experimento com 40 homens.

Metade deles tomou duas tulipas de cerveja e a outra metade não. Então, os dois grupos participaram de um jogo, no qual cada integrante recebe três palavras e deveria pensar num quarto termo ligado a elas.

Por fim, aqueles que beberam tiveram 40% a mais de sucesso e, em média, conseguiram fazer as associações em 2,5 segundos a menos do que os outros.


Hidrata igual água

O pesquisador da Universidade de Granada, Manuel Castillo, divulgou os resultados de um estudo que mediu a reação do corpo à ingestão de água ou cerveja após a realização de esforço físico intenso.

A conclusão foi de que uma quantidade moderada de cerveja não prejudica a hidratação após o exercício e seria a mesma coisa que tomar água, por isso é recomendado o consumo da bebida fermentada a todas as pessoas que não tenham nenhuma contraindicação.


Estimula o cérebro

Estudos demonstram que beber uma cerveja por dia pode manter Alzheimer ou demência controlada. Isso é válido especialmente se você beber de forma moderada. Os riscos de ter uma doença mental são reduzidos em até 20%.

Vale ressaltar também que os lúpulos, que são utilizados na produção de cerveja, podem ajudar a melhorar quadros de insônia. Ou seja, uma cervejinha antes de dormir pode proporcionar boas noites de sono.


É uma das bebidas menos calóricas

Segundo a Scientific Review, a cerveja contém menos calorias que bebidas como o vinho, suco de laranja, leite ou iogurte.

Um copo de cerveja que você encontra em mercados (como Skol ou Brahma) contém, em média, 100 calorias. Isso é menos do que um suco de maça (120), leite (134) ou iogurte de frutas (205).


Aumenta a longevidade

O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) estima que quem aprecia moderadamente uma boa cerveja é menos propensos a doenças cardíacas, derrames e diabetes, que são claramente os principais problemas da sociedade contemporânea.

Então, saborear uma cerveja e desfrutar de uma vida longa e saudável.


Melhora distúrbios do sono

Segundo pesquisa da University of Extremadura, na Espanha, o efeito sedativo da cerveja pode ser ideal para o tratamento de insônia e distúrbios associados ao sono.

O lúpulo presente na bebida aumenta a atividade do neurotransmissor GABA, substância que apresenta efeito sedativo e diminui a ação do sistema nervoso, preparando o organismo para um sono tranquilo.

Para os cientistas, não é preciso exagerar no número de latinhas para obter o efeito, basta seguir a recomendação de uma latinha diária para as mulheres e duas para homens.


Alivia dor no estômago

Beber uma cerveja pode ajudar a diminuir uma dor de estômago, assim como uma Soda ou Sprite. Mas vale ressaltar que se você sofre de uma úlcera gástrica, evite o álcool, pois pode inflamar-la. Caso contrário, o álcool pode ser usado para amenizar a dor.


Eleva os níveis de vitaminas no organismo

Uma pesquisa realizada na Holanda mostrou que os participantes que consumiam cerveja apresentaram níveis até 30% mais altos de vitamina B6 e vitamina B9, que são importantes na proteção do organismo contra doenças cardiovasculares.

Além disso, a cerveja também contém vitaminas B12 e ácido fólico.


Evita câncer

Marinar bife em cerveja é a melhor maneira de consumir carne. Ela elimina até 70% dos agentes cancerígenos (agentes que causam câncer) , e reduz drasticamente os ACS (aminas heterocíclicas) na carne que são a causa de distúrbios neurológicos.

Melhora a visão

Especialistas canadenses descobriram que tomar uma cerveja lager ou stout (preta), por dia pode te ajudar a enxergar melhor, por mais tempo.

Isso ocorre porque esse tipo de cerveja aumenta a atividade antioxidante que impede a formação de cataratas nos olhos. Mas, cuidado: os mesmos pesquisadores encontraram um efeito oposto nos participantes que tomavam três ou mais pints por dia.


Combate gripe

O lúpulo, que é um dos ingredientes da cerveja, contém humulona. Esse composto químico protege o organismo da ação de um dos causadores da gripe, o vírus respiratório sincicial. A descoberta foi dos cientistas da Universidade Médica de Sapporo.


Reduz o risco de diabetes

Pesquisas apontam que o álcool aumenta a sensibilidade à insulina, o que ajuda a proteger o organismo contra o diabetes.


Deixa ossos mais fortes

A cerveja contém altos níveis de silício, que está ligado diretamente à saúde dos ossos. Um estudo realizado pela Universidade de Tufts em 2009 e em outros centros apontou que  homens e mulheres de idade um pouco mais avançada que consumiam um ou dois copos de cerveja por dia apresentavam uma densidade óssea maior. Porém, o consumo superior a esses teores foi relacionado ao maior risco de sofrer fraturas.


Reduz a pressão arterial

Estudos indicam que quem consome cerveja de forma moderada têm menor probabilidade de desenvolver a pressão arterial alta, um fator de risco para o ataque cardíaco.


Alivia dores nas articulações

A artrite reumatoide (também conhecida como R.A.) é uma inflamação das articulações que podem acontecer em uma idade muito precoce. Os primeiros sintomas incluem vermelhidão, inchaço e dor nas articulações. Mas a boa notícia é que você pode contê-la com a ajuda de cerveja.

É claro, a cerveja por si só não vai resolver o problema. Mas, com o auxílio da ingestão limitada de cerveja em sua dieta, e com exercícios adequados, é possível tratar esta condição.


Deixa os rins saudáveis

Uma garrafa de cerveja pode reduzir o risco de desenvolver pedras nos rins em 40% dos homens. A razão é o elevado teor de água em sua composição, que faz com que a cerveja contribua para o bom funcionamento dos rins, uma vez que a desidratação aumenta o risco de pedra nos rins.

Cerveja também promove a produção de urina como diurético para que você possa lavar a bexiga e os rins para mantê-los saudáveis​​.


Reduz problemas cardiovasculares

Tomar um copo de cerveja de vez em quando pode ser uma boa para o seu coração. Pelo menos, é o que afirma uma pesquisa da Universidade de Boston. Segundo a pesquisa, a ingestão diária de 43g da bebida reduz em 42% as chances de uma pessoa desenvolver problemas cardiovasculares.


Melhora a circulação e a cicatrização

A cervejaria Starkenberger, na Áustria, conta com sete piscinas aquecidas preenchidas cada uma com 12 mil litros de água e 300 litros de cerveja. Segundo a cervejaria, o banho de cerveja tem propriedades curativas – como a cicatrização de feridas e a melhora da circulação sanguínea. Um mergulho de duas horas sai por volta de 700 reais.


Diminui as chances de infarto

Quem já sofreu um ataque cardíaco e bebem cerveja moderadamente têm menos chances de passar pelo mesmo problema outra vez. Num estudo realizado pela Faculdade de Saúde Pública de Harvard, 1.818 indivíduos já infartados foram acompanhados durante 20 anos.

No fim, aqueles que ingeriam até duas latas e meia de cerveja por dia tinham menos chances de morrer por problemas cardiovasculares do que os abstêmios e aqueles que ingeriam mais do que isso de álcool por dia.


Controla o colesterol

A cerveja, em especial a versão escura, conta com um grama de fibra solúvel a cada garrafa. As fibras são responsáveis por reduzir os níveis de colesterol LDL, reduzindo o risco de doenças cardiovasculares. De acordo com outro estudo de Harvard, as bebidas alcoólicas podem reduzir o risco de ataque cardíaco em 30% e aumentar o bom colesterol.

Mas é válido ressaltar que o mais importante de tudo e o segredo para todos estes benefícios está no consumo com moderação.


Comentários

Samuel escreveu em 05/01/2019
Bom

Deixe seu comentário


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Edições Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha