Quando pensamos em vinho e o fazemos a partir de uma visão geográfica tradicional, sempre pensamos nas vinícolas da Europa (Espanha, França, Itália, Portugal) e da América (Califórnia, Chile e Argentina). Há algumas décadas foram incluídas a este mapa enólogo vinhas do Sul da África e também australianas. Talvez a maior surpresa, agradável e sugestiva, venha das antípodas – Nova Zelândia.

Leia um pouco mais sobre as características dos vinhos neozelandeses na coluna Sommelier deste mês, clicando aqui.

 


Comentários

Deixe seu comentário


Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa Afiliados Área do parceiro Edições Imprensa Contato RSS

Preencha o endereço de e-mail utilizado no seu cadastro para receber sua senha