Ofícios de amar
créditos: Pixabay

Ofícios de amar

"O amor é um ofício de cuidados. Nunca deixe a mulher amada sem atenção, sem aquele carinho especial, sem aqueles afagos e as palavras doces que tornam a vida melhor.

Nunca se esqueça de acordar com ela no pensamento e no coração, de dar bom dia como se fosse o primeiro dia que acordaram juntos, com a mesma surpresa e o mesmo encanto.

De noite tome conta do sonho de sua amada, não deixe que pesadelos cheguem perto dela, nem temores, nem sonhos que possam comprometer suas lágrimas. Para isso basta ficar atento, abraça-la com carinho, sussurrar palavras de amor.

Seja forte sem ser violento, seja protetor sem comprometer a liberdade dela, seja presente sem destruir a iniciativa dela, mas sobretudo seja sincero, ela vai saber e vai se sentir uma mulher por inteiro, com risos e sabedorias que só as verdadeiras mulheres sabem ter.

Tenha segredos com ela, coisas que só você e a mulher amada sabem, e transforme olhares em palavras, sorrisos em poesia e uma eventual lágrima que aparecer será de alegria, pode ter certeza.”

 

Encontrei nos manuscritos que brincávamos enviando para o poetinha,
mostrando que fazer poesia era uma mania na Ipanema da bossa nova.

 

Max Gonçalves



Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa afiliados Área do parceiro Publicidade Imprensa Contato RSS