A vida é feita de desculpas
créditos: Pixabay

A vida é feita de desculpas

Se pensarmos bem, a nossa vida é repleta de desculpas. Não aquelas que pedimos quando fizemos algo errado, mas aquelas que temos que dar por aí quando não podemos ou, principalmente, quando não queremos fazer algo. Correto?

Você já deve ter pensando, nesse exato momento, lendo essa frase, em quantas desculpas você precisa dar no seu dia a dia para “fugir” de algumas ciladas ou programas que você não quer fazer, mas muitas vezes precisa.

Eu estou na fase das desculpas. Até mesmo porque tenho uma filha de quatro anos em casa. Por ser uma criança muito enérgica, preciso ter desculpas na ponta da língua para não dizer a quem não tenho tanta intimidade que levá-la a algum lugar muito sofisticado é sinônimo de passar constrangimentos (no grupo das mães da escola, todas me entendem). Já no grupo das amigas sem filhos, todas me acham uma furona, uma amiga sem consideração.

Observando as pessoas ao meu redor, normalmente vejo que as desculpas começam a se concretizar com o passar dos anos, com a mudança da casa, com a formação das famílias. Mesmo que essa pequena família seja formada por duas pessoas - o casal. Montar uma casa hoje em dia, com conforto e itens de boa qualidade, custa bem caro.

Sair para jantar em um restaurante badalado também custa caro. Às vezes, um simples jantar custa o preço daquela máquina de café expresso que você reluta em comprar para agradar a esposa. Ou custa o mesmo que a instalação do ar condicionado que continua na caixa, mesmo sabendo que o verão está se aproximando. Então chega a necessidade das desculpas. Porque, afinal, você não quer admitir para os amigos que não consegue bancar tudo (mesmo que eles estejam na mesma situação).

Pensando bem, qual o problema de preferir algo e precisar de tantas desculpas? Qual o problema em dizer não para algum compromisso devido a algo que lhe traga conforto ou porque você simplesmente não quer? Depois que saímos da casa dos nossos pais, entendemos todas as privações que uma família faz para ter comodidades. Entendemos porque somos responsáveis por essas nossas novas comodidades.

Claro que existem pessoas que preferem muito mais gastar na vida social do que em casa, numa viagem, ou num bom carro. Ou aquelas que não precisam se preocupar com isso (não entenda aqui que é por riqueza). Arrisco em dizer que muitas pessoas têm o prazer (ou não?) de ter parceiros, namorados e até amigos que bancam o lazer.

Você pode ter a sua cartela de desculpas, pode até colecionar para não repetir. Você ainda tem a opção de ser sincero ou de recusar sem precisar explicar tudo o que não quer ou não pode fazer. A decisão é sua!

Ninguém pode ser criticado ou deve se sentir culpado por fazer suas escolhas. Sim, os seus amigos terão que entender. E, se não entenderem, não são seus amigos. Se ainda assim insistirem, faça o seguinte: peça que arquem com a sua parte!

 

Mariana Goulart



Sobre o Bella Politica de Privacidade Política de Cancelamento Programa afiliados Área do parceiro Publicidade Imprensa Contato RSS