Minha conta  | Contato  | Login

Home

ASSINE

Free Tour

Modelos

Vídeos

eCards

Colunas

Blog

Nude Art

 
O livre arbítrio

O livre arbítrio

Essa coluna do Bella está no ar há muitos anos. E fico extremamente feliz com o retorno de e-mails e comentários que recebo. Lógico que nem todos são bons, tem alguns que tenho que respirar fundo e tirar bom proveito das críticas. A ideia da coluna é que seja algo democrático, para que todos se encaixem em alguma situação. Esta coluna, por ser algo mais pessoal e até subjetivo, é regada das minhas experiências pela vida, com amigas, amores, dores e alegrias. Talvez o correto seria, ao invés de criticar, pensar que você pode não se encaixar no que digo, mas outras pessoas estão em algumas das situações analisadas ou expostas aqui.

Tão bom ter livre arbítrio na vida! Com tudo. No trabalho, quase sempre aprendemos que temos que obedecer a uma hierarquia, e assim seguimos tentando chegar ao topo da pirâmide para que a nossas regras sejam seguidas. No amor sempre aprendemos que temos que ceder, que a vida amorosa é feita de trocas. E assim se segue, com tudo que temos ao nosso redor.

Passada a adolescência, a próxima fase, a vida adulta, você fica na época mais cheia de expectativa. Afinal, você precisa ´ser alguém na vida´, ter um trabalho que te traga dividendos e realização, uma relação estável que leve a uma família e parecer ser alguém equilibrado mentalmente. Parece difícil, mas muita gente complica esse processo pelo tal do livre arbítrio. Sai por aí fazendo tudo que tem vontade como se não houvesse amanhã. Não constrói nada nem emocionalmente, nem financeiramente. É como se a vida fosse acabar logo e tudo de melhor tem que ser vivido.

Não precisa ser radical e exterminar todas as alegrias e loucuras da vida, só é preciso avaliar as consequências. Não é porque muitas vezes temos controle total das nossas vidas que vamos fazer tudo que der vontade. E nem por isso escrevo aqui pra vocês tudo que tenho vontade - lembrando que sinceridade é bom, mas educação e bom senso são bem melhores. Procuro sempre agradar pelo menos a metade das pessoas que estariam lendo, já que agradar a todos é impossível.

Todo o extremismo é ruim em qualquer aspecto das nossas vidas. Dosar algumas loucuras no meio do seu dia-a-dia pode ser bem saudável. Praticar um esporte radical, pular de paraquedas, dar adeus aos cabelos caretas e raspar a cabeça uma vez na vida. Nada que faça mal a alguém (inclusive você) vale a pena. Apenas saia da sua zona de conforto. É bem mais fácil voltar à vida normal depois, mais relaxado, mais corajoso e mais vivido.

Portanto, quero deixar claro que escrever para vocês uma vez por mês é extremamente prazeroso. E tudo que recebo de volta, seja crítica ou elogio, é benvindo. Afinal, nem só de vitórias é feita a vida. Faz parte do aprendizado natural quebrar a cara, levantar e seguir.

Espero sempre estar aqui dividindo com vocês estas experiências, assim como gosto de receber dicas para as próximas colunas. E agora que o ano realmente começou, nada melhor que pensar na vida como um todo, planejando não só o saldo positivo, mas também aquilo que pode deixar você mais livre e responsável.





Mariana Goulart



Sobre o Bella Politica de Privacidade Programa afiliados Área do parceiro Publicidade Contato RSS